Power Ranger | Início de uma nova franquia

Com base na série, Power Rangers inicia uma “nova franquia” nos cinemas.
O longa acompanha cinco jovens que após uma descoberta são escolhidos para se tornarem os Power Rangers e tem a missão de proteger Alameda dos Anjos da vilã Rita Repulsa.
Power Rangers foi todo repaginado, com um enredo novo, personagens, armaduras e zords novos. Apesar de toda a novidade o filme não deixa de lado sua essência de nostalgia trazendo detalhes da série, como a músicas-tema “Go Go Power Rangers”, algumas frases características de Alpha, a aparição, mesmo que breve, de dois Rangers da série “original”, e o eterno Zordon.
Com inspirações da série, o longa dá início a uma nova franquia, que tem tudo para perdurar por anos nos cinemas se for bem explorada. Nesse filme de retomada dos Rangers na telona o diretor Dean Israelite quis contar a história deles do início, explicando a origem das “moedas” de poder dos Rangers, a origem de Zordon e Rita Repulsa, e buscou explorar a vida pessoal de cada um dos jovens escolhidos. O foco principal é o caminho de Jason, Kimberly, Billy, Zack e Trini até se tornarem os Power Rangers, portanto não espere eles vestidos de armadura desde o começo e lutando o filme inteiro. Há também uma linha traçada entre o lado humano da juventude com a responsabilidade de ser herói.


São explorados inclusive valores de amizade e companheirismo, exigindo que os personagens trabalhem em equipe, apesar de suas diferenças de personalidade, para alcançarem os objetivos. Como, por exemplo, aprenderem a “morfar” ou até combaterem um inimigo com seus zords.
Como fãs de Power Rangers queríamos ter visto um pouco mais deles como Rangers, talvez com uma história um pouquinho menos arrastada, e uma Rita Repulsa mais forte como vilã. No filme ela é assustadora, mas se mostra frágil quando enfrenta os Rangers nos momentos cruciais.
Por ser o primeiro filme dessa “nova franquia”, vemos mais pontos positivos do que negativos, por isso Power Rangers tem a capacidade de agradar tanto a velha como a nova geração, principalmente se você estiver aberto a aceitar novidades.

Obs: Tem cena pós-crédito.